12

Dica de leitura


Livro: Mundo Singular - Entenda o Autismo

Autores: Ana Beatriz Barbosa Silva

              Mayra Bonifácio Gaiato

              Leandro Thadeu Reveles

Nestas férias estou colocando as minhas leituras em dia. Uma boa dica é o livro acima. Ele fala do autismo com uma linguagem bastante clara e acessível.  Destaco aqui dois trechos, para aguçar sua curiosidade e fazer com que você leia o livro também:

1° trecho:

“Entrar num consultório e ouvir a palavra autismo, ainda que o médico tenha citado apenas uma das hipóteses, não é nada fácil. O autismo ainda é um transtorno estigmatizante e que carrega consigo muitos preconceitos. (...) Percebemos que alguns pais não conseguem aceitar o diagnóstico de seus filhos e fazem dispendiosas peregrinações (...) passam de médico em médico em busca de outras opiniões ou diagnósticos. Isso, além de acarretar um desgaste maior na família, traz um atraso considerável no tratamento efetivo da criança. Aqui deixamos claro que segundas opiniões são sempre bem-vindas, mas quando o ideal da família deixa de ser o tratamento e passa a ser uma busca por alguém que fale o que ela quer ouvir, isso se torna um grande problema”. (pág. 198-199)

2° trecho:

“ (...) em uma sociedade preconceituosa como a nossa, quando uma pessoa nasce com algum problema grave, ou com algum comportamento que fuja à “normalidade”, tanto ela quanto a família deixam de sonhar, e todos os esforços passam a ser feitos no sentido de trazê-la para a “normalidade” e não de criar oportunidades, recursos e tratamentos para suas dificuldades”.( pág. 246)

 Destaquei estes dois trechos, pois é o que mais acontece quando trabalhamos com Crianças Portadoras de Necessidades Educativas Especiais. Umas verdadeiras romarias em médicos, especialistas e por aí vai para “curar” a pessoa. O sonho de toda família: Concertar o que veio com um suposto “defeito”, e isto atrasa ainda mais o desenvolvimento daquele indivíduo.  
 
  Um abraço e boa leitura
                                                       Leila Bambino

 
 

4

Epilepsia

                             
 
Você sabe o que é isso?

Dentro do nosso cérebro existe uma família enorme de moradores: os neurônios. Em toda família existem problemas não é mesmo? Com a família dos neurônios não é diferente. Eles brigam, ficam irritados, discutem, adoecem e quando isso acontece existe um grande desequilíbrio, tudo fica desorganizado. Esta “bagunça” em nosso cérebro causa a epilepsia.

A epilepsia vem acompanhada de convulsão, que poderá causar
  •     Esquecimento súbito;
  •     Desmaios;
  •     Distúrbios do movimento;
  •     Distúrbios de sensações (incluindo visão, audição e paladar);
  •     Distúrbios de humor (como depressão e ansiedade);
  •     Distúrbios de função cognitiva.
 
 
Quando assistimos  uma convulsão a tendência é ficarmos apavorados, pois nos deparamos com alguém se debatendo, tendo contrações nos músculos, que ficam todos duros. Os olhos viram de um lado para o outro, a pessoa não atende aos nossos chamados, começa a sair uma quantidade de saliva em forma de “espuma” da boca.

O que fazer nesses casos?
 

1°) Por incrível que pareça: mantenha a calma;

2°) Não tente segurar, deixe que se debata. Apenas afaste qualquer objeto que possa machucá-la;

3°) Acomode-a de lado logo após a cessação de movimentos, protegendo principalmente a cabeça, apoiando em algo macio;

4°) Não coloque a mão dentro da boca da pessoa, existe um mito de que quando alguém está convulsionando vai engolir a língua, pura bobagem...

5°) Não ofereça nada para beber.

Quando a crise passar ofereça apoio, não olhe desconfiado, achando que a pessoa teve algo sobrenatural e incomum. Saiba que 50 milhões de pessoas tem epilepsia!

A Epilepsia não é contagiosa, pode acontecer com qualquer pessoa e não é motivo de vergonha ou de pouca inteligência. Saiba agir de maneira correta e tudo acaba bem.
 
                               Texto elaborado por Leila Bambino
                                         leilabam@terra.com.br
 

 


 

EU AMO CACHORROS

EU AMO CACHORROS
MINHA FILHOTA BABY

Visitas Recentes