5

O pé do pavão


O pavão vivia triste,
Encolhido pelos cantos,
Emburrado e aborrecido,
Resmungando sempre em prantos.
A razão de sua mágoa
Você quer saber qual é?
Ele estava assim por baixo
Por achar feio seu pé.
Realmente o seu pé,
Perto dos de outros bichos,
Nem de longe é esbelto,
Não é um dos mais bonitos.
Não percebe o nosso amigo,
Que só vê o feio apenas,
Se olhasse para cima,
Poderia ver suas penas.
Assim como o pavão,
Muitos têm essa mania
De olhar só para baixo
Nunca olhando para cima.
Conhecer nossos defeitos
Pode ser interessante,
Mas as nossas qualidades
Também são muito importantes!

(Silvio Luiz Panza)


Trabalhei este texto com o 4º ano, onde lemos, fizemos a encenação e depois um jogral com meninas e meninos declamando o poema.
Falamos sobre autoestima e na importância de acreditarmos nas nossas potencialidades. Comentamos sobre nossos pontos positivos e negativos. Depois, foi feita uma colagem, onde em cada pena do pavão foi escrito uma qualidade da criança.






Fica aqui a sugestão!!

5 comentários:

Terezinha Guimarães disse...

QUE ATIVIDADE 1O AMEI.
PARABÉNS!
ABRAÇOS

Simonha disse...

Também gostei muito da atividade. A poesia é linda! Vou sugerir para alguns colegas de trabalho, mas acho que também posso trabalhar com ela na educação infantil...
Abraços!

Ivanilda da Costa Cabral disse...

Lindo!
O colorido das penas do pavão, ficaram maravilhosa, muito boa a atividade.

Parabéns!

Lu Mesquita disse...

Parabénsssssss, ótima atividade.

JULIANE FRANCISCHETI MARTINS MOTOYAMA disse...

Adorei!!!!

Postar um comentário

EU AMO CACHORROS

EU AMO CACHORROS
MINHA FILHOTA BABY

Visitas Recentes