1

Cartas e mais cartas



Sabe como se comunicavam as pessoas quando não existia telefone?

Além de fazer visitas para poder conversar pessoalmente, cada vez que tinham algo para dizer, enviavam cartas.

As cartas eram levadas por mensageiros a cavalo, que percorriam longas distâncias.

Hoje, basta levar uma carta ao correio, onde muitas pessoas se encarregam de juntar todas as correspondências que indicam um mesmo destino, e enviam tudo por avião.

Receber cartas é muito agradável, principalmente quando se trata daquelas enviadas por amigos ou familiares que moram longe ou que estão viajando em férias.


  • Você se lembra de alguma carta que tenha recebido? Quem mandou? Que tipo de carta era?
  • Você sabe o que é destinatário e o que é remetente?

Você sabia?

Antigamente, antes da invenção do selo, era o destinatário quem pagava pelo recebimento da carta. Por isso, muitas cartas eram recusadas. Para que isso não acontecesse, criou-se uma forma para fazer com que o remetente pagasse pelo envio da carta. Foram criados os selos. O selo é uma forma de comprovar o pagamento à Empresa de Correios e Telégrafos pelo envio da correspondência. O preço para o envio das cartas pode variar, dependendo do peso das mesmas.

O uso dos selos nas cartas iniciou-se em 1840, na Inglaterra; o primeiro selo trazia a figura da rainha Vitória. O Brasil foi o primeiro país das América a emitir selos, em 1843, com os olhos de boi. Desde então, os outros países adotaram essa ideia.


    1 comentários:

    Andréia Artes com E.V.A disse...

    QUE BLOG LINDO, QUE PESSOA LINDA QUE VOCÊ É LEILA, QUANTA COISA INTELIGENTE QUE TEM AQUI...CONFESSO QUE ME FEZ PENSAR TIPO...MUITO COM INFORMAÇÕES BÁSICAS...MAS...CONCORDO COM MAFALDA: SE AGENTE NÃO SE APRESSA E TRANSFORMA O MUNDO, LOGO O MUNDO TRANSFORMA A GENTE. FIQUE COM DEUS E ACREDITE...ESTAREI SEMPRE POR AQUI AGORA, LINDO... SIMPLESMENTE LINDO, SOU DEVOTA A EDUCAÇÃO. ABRAÇOS ANDRÉIA.

    Postar um comentário

    EU AMO CACHORROS

    EU AMO CACHORROS
    MINHA FILHOTA BABY

    Visitas Recentes